Sarvet BrancoSarvet Branco

A pensar no mercado finlandês, o rótulo do fabuloso Sarvet contava inicialmente com um storyboard concebido pelo ilustrador Juba Tuomola, criador do casal Viivi e Wagner (uma mulher e um porco antropomórfico), famosos na Finlândia pelas inúmeras histórias com desavenças entre si, que já fazem parte da imprensa diária. Actualmente, o rótulo do Sarvet apresenta uma das cenas do storyboard inicial, onde as personagens dançam freneticamente com um copo de vinho na mão. Dir-se-ia que festejam ao "ritmo" do Fabuloso.

Vinificação

O ano de 2012 ficou marcado pela falta de chuva na região do Douro. Como consequência, o ciclo vegetativo da vinha começou, em média, 15 dias mais tarde do que nos anos anteriores. Por outro lado, o Inverno de 2012 registou temperaturas muito baixas, o que permitiu um crescimento adequado e equilibrado da vegetação. O período de maturação foi menos quente que o habitual, tendo dado origem a um bom equilibrio na acidez total dos mostos.

As uvas foram colhidas no princípio de Setembro e, depois de uma selecção rigorosa na mesa de escolha, foram prensadas lentamente. Sem maceração pelicular, o mosto ficou em repouso durante 24 horas, seguido de uma fermentação lenta durante 9 meses, sem batônnage.

Notas de Prova

O branco 2012 apresenta uma cor citrina viva e cristalina. O nariz é mineral, com um carácter pronunciado a aromas de fruta branca muito fresca.

Na boca, inicia-se fresco, equilibrado e com complexidade. Os aromas são de pura fruta branca, conjugada com notas de fumado que sublinha a autenticidade deste vinho. Final longo, acabando com um salgado característico do terroir.

Informação Técnica

Produtor

Niepoort (Vinhos) S.A.

Região

Douro

Tipo de Solo

Micaxisto

Vinhas

Várias

Idade das Cepas

20 - 50 anos

Castas

Rabigato, Códega do Larinho, Gouveio, Dona Branca, Viosinho, Bical e outras

Densidade por HA

4000-6000

Condução das Vinhas

Guyot e Royat

Altura do Mar

550-700

Período de Vindima

Agosto/Setembro

Forma de Vindima

Manual

Maloláctica

Não realizada

Fermentação

Cubas de aço inox (75%) e barricas de carvalho francês (25%)

Engarrafado

Maio 2013

Estágio

Cubas de aço inox e barricas de carvalho francês

Extracto Seco

19

Açúcar Residual (g/dm3)

3.1

Álcool (%)

13

pH

3.38

Acidez Total (g/dm3)

4.7

Acidez Volátil (g/dm3)

0.5

SO2 Livre de Enchimento (mg/dm3)

20

SO2 Total (mg/dm3)

62

Massa Volúmica (g/cm3)

0.9882

Sugestão de acompanhamento

Peixes grelhados e assados, pasta com frutos do mar, carnes brancas.

A pensar no mercado finlandês, o rótulo do fabuloso Sarvet contava inicialmente com um storyboard concebido pelo ilustrador Juba Tuomola, criador do casal Viivi e Wagner (uma mulher e um porco antropomórfico), famosos na Finlândia pelas inúmeras histórias com desavenças entre si, que já fazem parte da imprensa diária. Actualmente, o rótulo do Sarvet apresenta uma das cenas do storyboard inicial, onde as personagens dançam freneticamente com um copo de vinho na mão. Dir-se-ia que festejam ao "ritmo" do Fabuloso.

Vinificação

As condições climáticas do ano vitícola 2015 foram muito favoráveis, com sol, calor e pouca humidade, permitindo um crescimento vegetativo homogéneo. Uma das particularidades deste ano vitícola foi a capacidade da vinha em manter-se hidratada durante a maturação. Em finais de Agosto, início de Setembro, as folhas basais mantinham-se verdes e húmidas, com os bagos hidratados e uma película grossa e firme. O equilíbrio dos mostos, a suavidade dos taninos e a intensa concentração de cor indicam que estamos perante um ano excepcional.

As uvas foram transportadas durante a noite num camião refrigerado e depois de uma selecção criteriosa à entrada da adega, foram prensadas suavemente a uma temperatura baixa, para evitar oxidações e extracção de borras grossas.

Após ter decorrido a decantação natural durante aproximadamente 24 horas, 15% do mosto fermentou em barricas de carvalho francês e o restante em cubas de inox durante 8 meses. Foi engarrafado em Maio de 2016.

Notas de Prova

Embora jovem e contido no aroma, o equilíbrio e harmonia da vindima 2015 são notáveis. Com aroma fresco, delicado e marcadamente mineral, sobressaem notas de citrinos e ervas frescas. Na boca, é envolvente e muito elegante, com uma boa acidez. O final de boca é fresco com boas notas cítricas e minerais. Um branco que apresenta juventude e vivacidade, muito fácil de beber. Perfeito para as mais diversas ocasiões.

Informação Técnica

Produtor

Niepoort (Vinhos) S.A.

Região

Douro

Tipo de Solo

Micaxisto

Vinhas

Várias

Idade das Cepas

40-70 anos

Castas

Rabigato, Códega do Larinho, Gouveio, Donzelinho, Viosinho e outras

Densidade por HA

4000-6000

Condução das Vinhas

Guyot e Royat

Altura do Mar

550-700

Período de Vindima

Agosto/Setembro

Forma de Vindima

Manual

Maloláctica

Não realizada

Fermentação

Cubas de aço inox (75%) e barricas de carvalho francês (25%)

Engarrafado

Maio 2016

Estágio

Cubas de aço inox e barricas de carvalho francês

Extracto Seco

17.7

Açúcar Residual (g/dm3)

0.8

Álcool (%)

12.5

pH

3.27

Acidez Total (g/dm3)

5.1

Acidez Volátil (g/dm3)

0.3

SO2 Livre de Enchimento (mg/dm3)

32

SO2 Total (mg/dm3)

89

Massa Volúmica (g/cm3)

0.9888

Sugestão de acompanhamento

Peixes grelhados e assados, pasta com frutos do mar, carnes brancas.